Casa Tuga

Magalhães em serviço

Posted on: 19 Fevereiro 2009


O Ministério Público comunicou à Câmara Municipal de Torres Vedras que a autarquia tinha até às 15.30 horas de hoje para retirar a sátira ao computador Magalhães de uma das peças do cortejo de Carnaval deste ano.

A comunicação foi feita por fax pela hora de almoço, duas horas antes do prazo limite, e, no entender do presidente da autarquia em questão, Carlos Miguel, é sinónimo do primeiro “acto de censura aos conteúdos do Carnaval de Torres” desde o 25 de Abril, declarou à Antena 1.

A medida do Ministério Público está relacionada com o facto de o computador de baixo custo estar a ser retratado num “monumento” carnavalesco onde surgem também mulheres despidas.

O autarca explica que “o que existe é uma sátira ao computador Magalhães com um autocolante que se pressupõe que seja o ecrã” e que não compreende a medida do MP, até porque esta não é a primeira vez que o equipamento é alvo de brincadeira, recorda dizendo que essa situação “já sucedeu com um programa televisivo de humor”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: