Casa Tuga

Portugal Entra no Europeu a Ganhar !

Posted on: 8 Junho 2008


A selecção nacional venceu a Turquia por 2-0, com golos de Pepe e Raul Meireles e juntou-se à República Checa no primeiro lugar do Grupo A.

 

Análise do Jogo contra a Turquia pela Visão.

Portugal entrou da melhor maneira possível, vencendo a Turquia por 2-0, o que lhe permite ocupar o primeiro lugar do Grupo A, com o mesmo número de pontos do que a República Checa, mas em vantagem por ter mais um golo marcado.

Boa atitude competitiva, concentração defensiva e um forte espírito colectivo foram os ingredientes da vitória. Basta ver que não foram as estrelas da companhia a fazer os golos, antes sim um defesa, Pepe, e um médio defensivo, Raul Meireles.

 

euro 2008 portugal turquia golo pepe O resultado foi construído durante o segundo tempo. Depois de realizar uma excelente primeira parte, Deco passou a merecer mais atenção por parte dos médios contrários. Foi, então a vez de entrar campo a velocidade de Cristiano Ronaldo. O extremo de Portugal até nem esteve num dos seus melhores dias, mas a sua velocidade e criatividade foram suficientes para abrir espaços. Como aconteceu aos 62 minutos, quando Pepe subiu no terreno, combinou com Nuno Gomes e, à saída de Demirel, fez o tento inaugural. Pouco depois, Ronaldo serviu Nuno Gomes e este cabeceou à trave. Já antes havia acertado no poste, o avançado do Benfica, que, apesar de ser infeliz, fez um belo jogo.

(Imagem Por Record)

 

Em vantagem, Scolari começou a pensar mais no resultado optou por povoar mais o meio-campo. Primeiro tirou Nuno Gomes para apostar na velocidade de Nani. Depois, tirou Simão e fez entrar Raul Meireles. Portugal recuou muito, Deco parecia sem fôlego e a Turquia aproveitou para se chegar à área portuguesa. E, por duas, vezes, quase fazia o golo. Valeu a falta de pontaria de Asik e Tuncay…

Quando já se jogava o tempo de descontos, e Fernando Meira já entrara para o lugar de Deco, Raul Meireles deu a estocada final, após a mais brilhante jogada colectiva e Portugal.

Ao intervalo já merecia

Portugal chegou ao intervalo do jogo empatado a zero com a Turquia, mas podia e merecia já estar a vencer. Uma bola ao poste, um golo (bem) anulado e uma ou duas oportunidades desperdiçadas mostram que a equipa de Scolari foi, até esta altura, a única a mostrar vontade de vencer a partida, frente a uma equipa turca mais preocupada em tapar os caminhos para a sua baliza e aproveitar eventuais erros do adversário.

Portugal entrou melhor no jogo. Com Cristiano Ronaldo no flanco direito, era por lá que Portugal tentava chegar à área contrária, tentando aproveitar a velocidade do craque do Manchester e de Bosingwa. Deco pautava o jogo, surgindo mais solto do que João Moutinho, mais preocupado em ajudar Petit a combater o forte meio-campo adversário.

Depois de um primeiro ímpeto, Portugal baixou o ritmo e a Turquia equilibrou, sem nunca, porém, criar perigo significativo para a baliza de Ricardo.

Aos 17 minutos, Portugal reentra no jogo. Na sequência de um canto, Pepe faz golo, mas a equipa de arbitragem chefiada pelo alemão Herber Fandel, anulou, e bem, porque o brasileiro estava em fora-de-jogo. Este lance levou a equipa a acreditar e Deco começa a mandar nas operações, bem auxiliado por Petit e João Moutinho. Ronaldo é que não mostrava estar nos seus dias. Alguns bons apontamentos, mas falhava sempre na hora do remate. Até que, na conversão de um livre, só uma defesa do outro mundo de Demirel levou a bola a embater no poste. A cinco minutos do intervalo, foi a vês de Moutinho, isolado por Deco, permitir a intervenção de um defesa, falhando o golo, aos 40 minutos de jogo.

Onze sem surpresas

Como se esperava e como o próprio afirmou na véspera da partida, Luiz Felipe Scolari não preparou qualquer surpresa para o jogo de hoje, pelo menos as nível do onze inicial escolhido para defrontar a Turquia, daqui a pouco, no Estádio de Genebra.

708450_w2 Como se previa e, sobretudo após a lesão de Quim, Ricardo tem lugar mais do que seguro entre os postes. Na defesa, José Bosingwa ocupará o flanco direito, Paulo Ferreira o oposto e, no eixo, vão jogar Pepe e Ricardo Carvalho. No centro do terreno, Petit desempenhará as funções de trinco, deixando para João Moutinho e Deco tarefas de construção de jogo. Na frente, os extremos serão ocupados por Cristiano Ronaldo e Simão Sabrosa, ficando Nuno Gomes sozinho na área.

A equipa da Turquia vai alinhar da seguinte maneira: Demirel; Altintop, Cetin, Zan e Balta; Kazim, Erdin, Belozoglu, Aurélio e Tuncay; Nihat.

Depois da República Checa ter ganho o jogo inaugural frente à Suíça, Portugal e Turquia terão de lutar pela vitória, por forma a não deixar fugir já o primeiro lugar.

(Imagem Por UEFA)

 

Espero que assim continue para a equipa das quinas…

 

🙂

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: