Casa Tuga

Basta juntar os lábios e soprar

Posted on: 9 Março 2008


 Não me parece justo dizer que o Luís Filipe Menezes é incapaz de conseguir dar uma maioria ao PSD. Vai dar uma a José Sócrates já em 2009. Deixem-no trabalhar. Talvez esteja a preparar tudo para 2013

É um pesadelo que me persegue e na maior parte das vezes eu nem estou a dormir. Vou na rua e ouço assobios. Volto-me imediatamente para tentar perceber onde está José Sócrates. Não está: é só uma loura a passar por um edifício em obras. Estou no Estádio da Luz e ouço assobios. Procuro logo José Sócrates no camarote presidencial. Não está: é só a equipa que está a jogar mal. Sócrates não consegue ir a lado nenhum sem ouvir assobios, e eu não consigo ouvir assobios sem supor que são para Sócrates. A vida do primeiro-ministro está difícil, mas a minha também anda complicada.

Para os críticos, este triunfo do primeiro-ministro deve ser doloroso. Sócrates conseguiu unir o País: toda a gente o assobia. Professores, profissionais de saúde, funcionários públicos em geral, gente de todas as raças, credos e ideologias que discorda em tudo o resto dá as mãos para realizar um projecto comum: assobiar José Sócrates.

Em todo o caso, não me parece justo dizer que Luís Filipe Menezes é incapaz de conseguir dar uma maioria ao PSD. Vai dar uma a José Sócrates já em 2009. Deixem-no trabalhar.

Talvez esteja a preparar tudo para 2013. O trabalho de Luís Filipe Menezes, há que reconhecê-lo, não é fácil. Sócrates é contestado todos os dias, mas as sondagens continuam a dá-lo como vencedor destacado das próximas eleições. Sempre que Menezes critica o Governo está a amesquinhar-se a si mesmo. No fundo, o subtexto das críticas de Menezes é o seguinte: «Este governo é péssimo. Agora imaginem quão mau sou eu, para vocês persistirem no desejo de votar num tipo que vaiam diariamente, em lugar de votarem em mim, que nunca fechei uma única urgência.» É um trabalho duro, e requer coragem.

É possível que a TVI tenha dado cabo do discernimento do povo português tarefa que acaba por ser fácil uma vez que o discernimento do povo português nunca foi famoso. Mas não devemos menosprezar a hipótese de os portugueses terem confundido o funcionamento da democracia com o do Big Brother. Se calhar, pensam que estão a votar naquele que querem que saia. Pode estar aqui a explicação para as sondagens. E, também, a solução para o PSD. Talvez Menezes deva apresentar-se em todo o lado juntamente com um grupo de duzentas pessoas a vaiá-lo. Quem sabe se não roubaria votos a José Sócrates? E ajudava o povo português a perceber uma ideia que, aparentemente, tem dificuldade em compreender: que Luís Filipe Menezes, ao que parece, existe mesmo.

Por:Ricardo Araújo Pereira

Fonte:Visão

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: